Mensagem do Presidente

Caros povoenses!

É com muita honra, orgulho e sentido de responsabilidade que aceitei liderar uma nova direcção nos destinos desta mui nobre e honrada Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários da Póvoa de Lanhos

Cabe aqui uma palavra de gratidão a todos os que, ao longo de décadas, deram o melhor de si e contribuíram para enriquecer esta grande instituição.

Todos os membros desta nova direção e dos órgãos sociais têm plena consciência dos desafios que têm pela frente, mas vamos seguramente assumir uma postura de dinamismo, dedicação e empenho para encontrar as melhores soluções para os diversos problemas e marcar positivamente até ao final deste mandato.

Como qualquer cidadão, sempre admirei a coragem dos bombeiros pelo trabalho voluntário que desempenham em benefício da população, colocando muitas vezes a vida dos outros à frente da sua própria vida. E quero enaltecer a coragem, abnegação e resiliência destes homens e mulheres, do corpo ativo e dos comandos que, com espírito de missão e dedicação à causa pública, têm como lema “vida por vida”. 

Dirigir uma associação como esta exige um apelo à responsabilização de todos: direção, comando, bombeiros do corpo ativo, funcionários, sócios, decisores políticos e população em geral. É uma enorme responsabilidade manter um quartel em prontidão 24 horas por dia, todos os dias do ano, para respondermos com prontidão e eficácia nas diferentes áreas de intervenção, prevenção, socorro e apoio à população que servimos. Esta é uma responsabilidade que tem de ser partilhada por todos nós e que exige a cooperação e trabalho conjunto entre todas as forças: bombeiros, Câmara Municipal, GNR, Proteção Civil Municipal, Juntas de Freguesia, Empresas e movimentos cívicos para garantirmos mais e melhor proteção a todas as pessoas e bens. Para além disto, esta associação humanitária desempenha um papel ativo na dinamização e valorização da cultura local, através da Banda de Música dos Bombeiros Voluntários da Póvoa de Lanhoso que, ao longo dos anos, tem desenvolvido um trabalho notável a nível da formação e divulgação musical, capaz de dignificar o nome da terra de Maria da Fonte.

 

José Joaquim Torcato Soares e Batista

Em 1904, fazendo-se sentir na vila da Póvoa de Lanhoso a falta de “um corpo de bombeiros”, regalia de que já dispunham vários outros concelhos do distrito de Braga, o benemérito António Ferreira Lopes decidiu dar-lhe vida.

Bombeiros

Contactos

  • +351 253 639 240

  • direcao@bvpovoadelanhoso.pt

  • Avenida da República
    Póvoa de Lanhoso

Todos os direitos reservados © Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Póvoa de Lanhoso | Política de Privacidade